Início

“Ele apascentará o povo na força do Senhor” A Anunciação – Matthias Stom A Visitação – Federico Barocci

“Ele apascentará o povo na força do Senhor”“Ele se manterá firme e apascentará o povo na força do SENHOR, na majestade do nome do SENHOR, seu Deus; e eles habitarão seguros, porque, agora, será ele engrandecido até aos confins da terra.” (Miqueias 5.4 ARA).

A Anunciação – Matthias StomThe Annunciation, early 17th century, Matthias Stomer (Dutch Baroque Era Painter, ca.1600-1650, also known as Matthias Stom), oil on canvas, 113 x 166 cm (44.5 x 65.4 in.), Galleria degli Uffizi, Florence, Italy.

A Visitação – Federico BarocciThe Visitation, 1583-86, Federico Barocci (Federico Fiori or Il Baroccio, Italian Baroque Era/Mannerist Painter, ca.1535-1612), Oil on Canvas, 285 x 187 cm, The Chapel of the Visitation: Altarpiece, Oratorians of St. Philip Neri, Santa Maria in Vallicella (“Chiesa Nuova”), Rome, Italy.

A Adoração dos Pastores – Georges de La Tour A Adoração dos Pastores – Escola de Rembrandt A Apresentação de Cristo no Templo – Tintoretto

A Adoração dos Pastores – Georges de La TourThe Adoration of the Shepherds (“The Nativity” / L’adoration des bergers), ca. 1645, Georges de la Tour (French Baroque Era Painter, 1593-1652), oil on canvas, 107 x 137 cm (42.13 x 53.94 in.), Musée du Louvre, Paris, France.

A Adoração dos Pastores – Escola de RembrandtThe Adoration of the Shepherds, 1646, Pupil of Rembrandt van Rijn (Dutch Baroque Era Painter and Engraver, 1606-1669), oil on canvas, 65.5 x 55 cm, National Gallery, London, UK.

A Apresentação de Cristo no Templo – TintorettoThe Presentation of Christ in the Temple (Presentazione di Gesù al Tempio), ca. 1550-55, Tintoretto (Jacopo Robusti, Italian Mannerist Painter, ca.1518-1594), Oil on canvas, 239 x 298 cm, Gallerie dell’Accademia, Venice, Italy.

A Adoração dos Magos – Botticelli e Filippino Lippi A Adoração dos Magos – Veronese “Cena do Massacre dos Inocentes” – Léon Cogniet

A Adoração dos Magos – Botticelli e Filippino LippiThe Adoration of the Magi (“Adoration of the Kings”), ca. 1465-1467, Sandro Botticelli (Italian Early Renaissance Painter, ca.1445-1510) and Filippino Lippi (Italian Early Renaissance Painter, ca.1457-1504), tempera on panel, 50.2 x 135.9 cm (19.7 x 53.5 in.), National Gallery, London, UK.

A Adoração dos Magos – VeroneseAdoration of the Magi (Anbetung der Könige), 1580/1588, Paolo Veronese (Italian Mannerist Painter, ca.1528-1588), oil on canvas, 117 cm x 174,5 cm, (46.06 x 68.7 in.), Kunsthistorisches Museum, Vienna, Austria.

“Cena do Massacre dos Inocentes” – Léon Cogniet“O perigo inexoravelmente mais próximo. Há ainda uma comoção ética diante do iminente assassinato do bebê que tem os olhos postos no espectador.”

Paisagem com a Fuga para o Egito – Annibale Carracci A Fuga para o Egito (1 e 2) – Murillo

Descanso na Fuga para o Egito” – Joachim Patinir

Paisagem com a Fuga para o Egito – Annibale Carracci Landscape with the Flight into Egypt, 1603-1604, Annibale Carracci (Italian Baroque Era Painter, 1560-1609), Oil on canvas, 122 x 230 cm, Galleria Doria Pamphilj, Rome, Italy.

A Fuga para o Egito (1 e 2) – MurilloThe Flight into Egypt (La huida a Egipto), 1645-1650, Bartolomé Esteban Murillo (Spanish Baroque Era Painter, ca.1617-1682), oil on canvas, 263 x 210 cm (103.54 x 82.68 in.), Palazzo Bianco, Musei di Strada Nuova (Strada Nuova Museums), Genoa, Italy.

“Descanso na Fuga para o Egito” – Joachim PatinirRest on the Flight into Egypt and the Miraculous Field of Wheat, ca. 1518-1524, Joachim Patinir (Netherlandish Northern Renaissance Painter, ca.1485-1524), Oil on panel, 32.3 x 48.9 cm, Minneapolis Institute of Art (MIA), MN, USA

O Massacre dos Inocentes – François-Joseph Navez O Cântico de Louvor de Simeão – Rembrandt Simeão e Ana Reconhecem o Senhor Jesus – Rembrandt

O Massacre dos Inocentes – François-Joseph NavezThe Massacre of the Innocents (Das Massaker der Unschuldigen /Le massacre des innocents), 1824, François-Joseph Navez (Belgian Neoclassical Painter, 1787-1869), Oil on canvas, 117.09 x 134.11 cm (46.1 x 52.8 in.), Metropolitan Museum of Art, New York, USA

O Cântico de Louvor de Simeão – RembrandtSimeon’s song of praise, 1631, Rembrandt van Rijn (Dutch Baroque Era Painter and Engraver, 1606-1669), oil on oak panel, 60.9 x 47.9 cm (24 x 18.9 in.), Royal Picture Gallery Mauritshuis, The Hague, The Netherlands.

Simeão e Ana Reconhecem o Senhor Jesus – RembrandtSimeon and Anna Recognize the Lord in Jesus, c. 1627, Rembrandt van Rijn (Dutch Baroque Era Painter and Engraver, 1606-1669), oil on panel wood, 56 x 44 cm (22 x 17.3 in.), Hamburger Kunsthalle, Hamburg, Germany.

A Circuncisão – Rembrandt A Adoração dos Pastores – Gerrit van Honthorst A Natividade – Galeria Nacional da Escócia

A Circuncisão – RembrandtThe Circumcision, 1641, Rembrandt van Rijn (Dutch Baroque Era Painter and Engraver, 1606-1669), Oil on canvas, 56.5 x 75 cm (22 1/4 x 29 1/2 in.), The National Gallery, Washington D. C., USA

A Adoração dos Pastores – Gerrit van HonthorstThe Adoration of the Shepherds (Die Anbetung der Hirten / Adorazione dei Pastori / A Adoração dos Pastores), 1622, Gerrit Van Honthorst (Dutch Baroque Era Painter, ca.1590-1656), oil on canvas, 164 x 190 cm (64.6 x 74.8 in.), Wallraf-Richartz-Museum, Cologne (Köln), Germany.

A Natividade – Galeria Nacional da Escócia “A Galeria Nacional da Escócia, sediada na belíssima e acolhedora Edimburgo, possui a maior coleção de arte da Escócia. Neste post apresentamos quatro obras, expostas na galeria, cujo tema é a Natividade de Jesus Cristo.”

A Visitação – Rembrandt O Sonho de José – Daniele Crespi A Natividade à Noite – Geertgen tot Sint Jans

A Visitação – RembrandtThe Visitation, 1640, Rembrandt van Rijn (Dutch Baroque Era Painter and Engraver, 1606-1669), oil on cedar panel, 56.5 x 47.9 cm (22.2 x 18.9 in.), Detroit Institute of Arts, Detroit, Michigan, USA

O Sonho de José – Daniele CrespiThe dream of Saint Joseph (Traum des Hl. Joseph), 1620-30, Daniele Crespi (Italian Baroque Era Painter, ca.1598-1630), Oil on canvas, 297 x 203 cm, Kunsthistorisches Museum, Gemäldegalerie, Vienna, Austria.

A Natividade à Noite – Geertgen tot Sint JansThe Nativity at Night (La Nativité de nuit / A Natividade à Noite), ca. 1490, Geertgen tot Sint Jans (Netherlandish Northern Renaissance Painter, ca.1460-1490), Oil on oak, 34 x 25.3 cm, National Gallery, London, UK.

CONFIRA TAMBÉM OS POSTS A SEGUIR

Martin Bucer, o Reformador Alsaciano Silêncio, por favor! As Quatro Estações – Nicolas Poussin

Martin Bucer, o Reformador Alsaciano – “Esse líder protestante do século dezesseis, grandemente ignorado nos dias de hoje, […] de quem luteranos, anglicanos, reformados e igrejas livres reverenciam a memória.”

Silêncio, por favor! – “A sociedade contemporânea se especializa em três coisas: velocidade, multidões e ruídos.”

As Quatro Estações – Nicolas Poussin – “Clássico convite aos seres humanos a que considerem as estações da vida, e a identificarem-se realisticamente no fluxo terreal inexorável, que, na cosmovisão de Poussin, vai do paraíso ao juízo.”

Menina Lendo – Jean-Baptiste-Camille Corot Amazing Grace! William Wilberforce e o movimento abolicionista George Müller (1805-1898); Inteira Dependência e Fé na Provisão de um Deus Gracioso e Soberano

Menina Lendo – Jean-Baptiste-Camille Corot – “Assentada em plano alto, a jovem, em sensível constraste com as colinas ao fundo, agiganta-se na perspectiva do cenário, porém enquadrada de costas para o rebanho que lhe cabe vigiar e apascentar”.

Amazing Grace! William Wilberforce e o movimento abolicionista – O filme Amazing Grace, cujo título em português é Jornada pela Liberdade, narra a vida e a luta de Wilberforce pela abolição da escravatura.

[PDF]George Müller (1805-1898); Inteira Dependência e Fé na Provisão de um Deus Gracioso e Soberano (16 páginas) – “Famoso pelos orfanatos que fundou e pela fé impressionante que demonstrou… A teologia que foi a base de seu grande ministério não é muito conhecida.”

 O Banquete de Belsazar – John Martin O Estado como autoridade delegada, não autônoma – Francis A. Schaeffer Pastorais – João Calvino

 O Banquete de Belsazar – John Martin – O mais celebrado trabalho artístico de Martin, que tornou renomado o pintor romântico inglês.

O Estado como autoridade delegada, não autônoma – Francis A. Schaeffer – “A linha limite é que há um certo ponto em que não existe apenas o direito, mas também o dever, de desobedecer ao Estado.”

Pastorais – João Calvino – “Ora, se encontramos nas Pastorais as derradeiras palavras do apóstolo de Cristo aos ministros e obreiros cristãos, coloquemo-nos, pastores e igrejas, debaixo da instrução de Paulo, e valhamo-nos da exposição tão excelentemente ministrada por João Calvino.”

Lutero avista Roma – Ferdinand Pauwels A Batalha entre o Carnaval e a Quaresma – Bruegel Johann Sebastian Bach. Inigualável!

Lutero avista Roma – Ferdinand Pauwels – “Assim, ao invés de encontrar a confirmação da fé na ‘Cidade Santa’, algo que reforçasse a sua crença, Lutero entendeu Roma como a revivência da antiga Babilônia, a ‘Grande Meretriz’ dos textos proféticos bíblicos.”

A Batalha entre o Carnaval e a Quaresma – Bruegel – “Na base reside um dilema antigo… Como situar-se entre o hedonismo e o ascetismo, numa perspectiva integrada e não dualista?”

Johann Sebastian Bach. Inigualável! – “Luterano devotado, Bach compôs grande número de peças sacras: mais de duzentas cantatas, vários motetos, cinco missas, três oratórios e quatro paixões”.

A Vocação Missionária da Igreja e a Abordagem Cultural

A Treliça e a Videira – Marshall & Payne

A Leitura Proibida – Karel Ooms

A Vocação Missionária da Igreja e a Abordagem Cultural –  “Em sua vocação missionária, a Igreja não deveria, portanto, simplesmente absorver ou submeter-se a uma cultura assim como esta se apresenta, postando-se passivamente diante dela.”

A Treliça e a Videira – Marshall & Payne – “Ser um discípulo significa ser chamado a fazer novos discípulos (…). Porque todos somos discípulos de Cristo e temos com ele uma relação de professor e aluno, mestre e seguidor, todos nós somos fazedores de discípulos.”

A Leitura Proibida – Karel Ooms “A obra retrata o exato momento em que eles ouvem alguém batendo à porta. Estão arriscando tudo por causa de sua devoção clandestina e por seu exame pessoal da Bíblia.”

Anúncios