Início

Sobram rótulos nessa Eleição…“Em debates honestos — não raramente sacrificados nas guerras — é preciso delimitar adequadamente os conceitos utilizados. (…) Sem definir conceitos, fica-se apenas na mera agressão, e com este tipo de prática não se vai a nenhum lugar, no que concerne a honrar a realidade e a celebrar a verdade, que é, em rigor, o que realmente liberta e promove o bem.” Confira aqui.

Filhos na Era do “Amor Líquido” – Zygmunt Bauman

O Julgamento do Rei Salomão

Mãe e Filho Junto ao Mar – Jozef Israëls

Filhos na Era do “Amor Líquido” – Zygmunt Bauman“O tipo de obrigação que se choca com a essência da política de vida do líquido mundo moderno”.

O Julgamento do Rei Salomão – Várias telas retratando o episódio bíblico em que o rei Salomão julga a causa de duas mães que disputam um filho.

Mãe e Filho Junto ao Mar – Jozef IsraëlsMother and Child by the Sea, oil on canvas, 78.7 x 62.9 cm (31 x 24¾ in.), Private Collection.

Lar: Centro de Significado e Fundamento da Identidade

A Emergência do Senso de Identidade na Primeira Infância – Papalia, Olds & Feldman

Timóteo e Sua Avó – Rembrandt

Lar: Centro de Significado e Fundamento da Identidade“A associação entre a existência e a identidade pessoal está amarrada ao senso de lugar e à sua constituição.”

A Emergência do Senso de Identidade na Primeira Infância – Papalia, Olds & Feldman“A emergência da autoconsciência (…) apóia-se nesse despertar da discriminação perceptual entre si e os outros.”

Timóteo e Sua Avó – RembrandtTimothy with his Grandmother (Timotheus und seine Großmutter), 1648, Oil On Wood panel. 40.5 × 31.7 cm (15.9 × 12.5 in), Private Collection (Earl of Ellesmere), London, UK.

Lamentações – Philippe-Jacques de Loutherbourg

“Cena do Massacre dos Inocentes” – Léon Cogniet

Abraão Despede Agar e Ismael

Lamentações, 1 796, William Bromley (British Engraver and Illustrator, 1769–1842), engraving, 47.8 x 39.6 cm, after Philippe Jacques de Loutherbourg (French-born English Painter, 1740-1812).

“Cena do Massacre dos Inocentes” – Léon Cogniet“O perigo inexoravelmente mais próximo. Há ainda uma comoção ética diante do iminente assassinato do bebê que tem os olhos postos no espectador.”

Abraão Despede Agar e Ismael – Nicolaes Maes (1634-1693)Abraham Dismissing Hagar and Ishmael, 1653, Oil on canvas, 87.6 x 69.9 cm (34 1/2 x 27 1/2 in.), The Metropolitan Museum of Art, New York, USA.

Abraão Expulsa Agar e Ismael

Agar e Ismael no Deserto

Agar e Ismael

Abraão Expulsa Agar e IsmaelHagar and Ishmael, Friedrich August Ludy (German engraver and etcher, 1823 – 1890), after Johann Friedrich Overbeck (German Painter, 1789-1869), Engraving, Harvard Art Museums/Fogg Museum, Cambridge, MA, USA.

Agar e Ismael no Deserto – François-Joseph Navez (1787-1869)Agar and Ismael in the Desert (Agar et Ismaël dans le désert / Agar en Ismaël in de woestijn), 1820, oil on canvas, 221 x 171 cm (87.01 x 67.32 in.), Royal Museum of Fine Arts (Musées royaux des Beaux-Arts de Belgique), Brussels, Belgium.

Agar e IsmaelHagar and Ishmael (Agar e Ismael), 1860, James Charles Armytage (English Engraver and Illustrator, 1802–1897), Etching, 25 x 21 cm (9.84 x 8.27 in.), including title, plus margins. After John Heaviside Clark (Scottish Painter, Miniaturist and Engraver, c.1771–1836).

Moisés Salvo das Águas

“Noemi e suas filhas”

Ana Apresentando Samuel a Eli

Moisés Salvo das Águas (ou Encontrando Moisés) – Orazio Gentileschi (ca.1563-1639)Moses Saved from the Waters (The Finding of Moses / Moisés salvado de las aguas), 1633, oil on canvas, 242 x 281 cm, Museo del Prado, Madrid, Spain.

“Noemi e suas filhas” – George Dawe (1781-1829)Naomi and her Daughters, exhibited 1804, oil on canvas, 96,1 x 76,9 cm, Tate Gallery, London, UK.

Ana Apresentando Samuel a Eli – Gerbrand van den Eeckhout (1621-1674)Hannah presenting Samuel to Eli (Hannah brengt haar zoon Samuel bij de priester Eli / Anne et son époux Elcana présentant au grand prêtre Eli leur fils Samuel), ca. 1665, Oil on canvas, 117 × 143 cm (46.1 × 56.3 in), Musée du Louvre, Paris, France.

O Julgamento de Salomão

Elias Ressuscitando o Filho da Viúva de Sarepta

O Massacre dos Inocentes

O Julgamento de Salomão – Luca Giordano (ca.1634-1705)The Judgment of Solomon (El juicio de Salomón), 1694-1695, oil on canvas, 250 x 360 cm, Museo del Prado, Madrid, Spain.

Elias Ressuscitando o Filho da Viúva de Sarepta – Louis Hersent (1777-1860)Elijah Resuscitating the Son of the Widow of Sarepta, oil on canvas, 133 x 114 cm (52,3 x 44,8 inches), Le Musée des Beaux-Arts, Angers, France.

O Massacre dos Inocentes – François-Joseph Navez (1787-1869) The Massacre of the Innocents (Das Massaker der Unschuldigen /Le massacre des innocents), 1824, Oil on canvas, 117.09 x 134.11 cm (46.1 x 52.8 in.), Metropolitan Museum of Art, New York, USA.

A variada esfera do saber e do conhecimento secular – João Calvino

Uma fortaleza inabalável – Mateus Websky

Jovem mulher da região do Harz com uma criança dormindo – Friedrich Eduard Meyerheim

A variada esfera do saber e do conhecimento secular – João Calvino“Se consideramos o Espírito de Deus como fonte única da verdade, não rejeitaremos essa verdade nem a desprezaremos, onde quer que a encontremos…”

Uma fortaleza inabalável – Mateus Websky “Então quando ouvimos a canção devemos imaginar uma fortaleza inabalável, apta a nos refugiar nos dias mais sombrios de batalha neste mundo. Não estamos falando de palácios enfeitados.”

Jovem mulher da região do Harz com uma criança dormindo – Friedrich Eduard MeyerheimGirl From The Harz Mountains With Child (Harzerin mit Kind / “Junge Frau Aus Dem Harz Mit Ihrem Schlafenden Kind”), 1845, Friedrich Eduard Meyerheim (German Academic Painter, 1808-1879), oil on Canvas, 23.5 x 17.5 cm. (9.3 x 6.9 in.), Private Collection (Luxembourg).

CONFIRA TAMBÉM OS POSTS A SEGUIR

La donna gravida – Rafael Sanzio Graça Comum – Michael Horton O Problema de Suposições – Paul David Tripp

La donna gravida – Rafael SanzioThe Pregnant Woman, 1505-1506, Raphael Sanzio (Italian High Renaissance Painter, 1483-1520), Oil on panel, 66 cm × 52 cm (26 in × 20 in), Galleria Palatina, Palazzo Pitti, Florence, Italy.

Graça Comum – Michael Horton“Deus deu dons a todas as pessoas, crentes e descrentes, e devemos tirar proveito desses dons numa grande variedade de chamados e carreiras terrenas.”

O Problema de Suposições – Paul David Tripp“Quando você supõe, você não pergunta. Se não pergunta, você se abre para um mundo de conclusões inválidas e mal-entendidos.”

Limites e Alcances do Conhecimento Psicológico – Herman Bavinck

Autoconhecimento e “Depressão Espiritual” – D. M. Lloyd-Jones

O Tratamento da Dor

Limites e Alcances do Conhecimento Psicológico – Herman Bavinck“O conhecimento de uma pessoa só é possível quando ela, involuntariamente ou consciente e deliberadamente o revela a nós.”

Autoconhecimento e “Depressão Espiritual” – D. M. Lloyd-Jones“De acordo com minha compreensão do ensino bíblico sobre esta questão, não há nada tão importante como a necessidade de nos conhecermos a nós mesmos, e isso tão cedo quanto possível.”

O Tratamento da Dor “A dor vem sendo definida por associações médicas como uma experiência simultaneamente sensorial e emocional e sempre subjetiva, mesmo que associada a lesões reais.”

Agostinho aos Dezesseis Anos: O Furto das Peras

Amazing Grace! William Wilberforce e o movimento abolicionista

Silêncio, por favor!

Agostinho aos Dezesseis Anos: O Furto das Peras “Eu, miserável, o que foi que amei em ti, furto meu, noturno delito dos meus dezesseis anos?”

Amazing Grace! William Wilberforce e o movimento abolicionista – O filme Amazing Grace, cujo título em português é Jornada pela Liberdade, narra a vida e a luta de Wilberforce pela abolição da escravatura.

Silêncio, por favor!“A sociedade contemporânea se especializa em três coisas: velocidade, multidões e ruídos.”

Silêncio, Falação e Curiosidade – Martin Heidegger

Exultar na Monotonia – G. K. Chesterton

O Culto da Personalidade – Albert Einstein

Silêncio, Falação e Curiosidade – Martin Heidegger “Em sua ambiguidade, a falação e a curiosidade cuidam para que aquilo que se criou autenticamente novo já chegue envelhecido quando se torna público. […] Essa ambiguidade oferece à curiosidade o que ela busca e confere à falação a aparência de que nela tudo se decide.”

Exultar na Monotonia – G. K. Chesterton  – “A repetição na Natureza pode não ser uma simples recorrência; ela pode ser um BIS de teatro. O céu pode ter pedido BIS ao passarinho que pôs um ovo.”

O Culto da Personalidade – Albert Einstein “É um sinal encorajador em nossa época (…) que transforme homens em heróis, quando as finalidades de tais heróis se manifestam exclusivamente no domínio intelectual e moral.”

Língua Portuguesa – Olavo Bilac

A Descida do Espírito Santo – Jacques Blanchard

Matizes Paranaenses

Língua Portuguesa – Olavo Bilac “Última flor do Lácio, inculta e bela, / És, a um tempo, esplendor e sepultura: / Ouro nativo, que na ganga impura / A bruta mina entre os cascalhos vela…”

A Descida do Espírito Santo – Jacques BlanchardDescent of the Holy Spirit (La Descente du Saint-Esprit sur les Apôtres), 1634, oil on canvas, 340 x 245 cm, Chapelle des Fonds Baptismaux, Cathédrale Notre-Dame, Paris, France.

Matizes Paranaenses – Neste texto em que se destaca alguns matizes paranaenses, confira a escultura Pedagogia, 1927, do artista brasileiro João Turin (1878-1949), Baixo-relevo em bronze, 126 x 252 x 35 cm, Acervo João Turin, Escola Normal de Paranaguá, Paraná, Brasil.

Anúncios