Skip to content
Anúncios

“Planta com fé religiosa” – Cora Coralina

The Corn Harvest (August), Pieter Bruegel the Elder

The Corn Harvest (August), 1565, Pieter Bruegel the Elder (Flemish Northern Renaissance Painter, ca.1525-1569), oil on wood, The Metropolitan Museum of Art, New York, USA

Planta com fé religiosa.
Planta sozinho, silencioso.
Cava e planta.
Gestos pretéritos, imemoriais…
Oferta remota; patriarcal.
Liturgia milenária.
Ritual de paz.
Em qualquer parte da Terra
um homem estará sempre plantando,
recriando a Vida.
Recomeçando o Mundo.
(…)
Cabelos verdes. Cabelos brancos.
Vermelho-amarelo-roxo, requeimado…
E o pólen dos pendões fertilizando…
Uma fragrância quente, sexual
invade num espasmo o milharal.
A boneca fecundada vira espiga.
Amortece a grande exaltação.
Já não importam as verdes cabeleiras rebeladas
A espiga cheia salta da haste.
O pendão fálico vira ressecado, esmorecido,
No sagrado rito da fecundação.
(…)
“Não andeis a respigar” — diz o preceito bíblico
O grão que cai é o direito da terra.
A espiga perdida — pertence às aves
que têm seus ninhos e filhotes a cuidar.
Basta para ti, lavrador,
o monte alto e a tulha cheia.
Deixa a respiga para os que não plantam nem colhem
— O pobrezinho que passa.
— Os bichos da terra e os pássaros do céu.

(Versos de “Poema do Milho”. Cora Coralina. In: Poemas dos Becos de Goiás e Estórias Mais. 20a. ed. São Paulo: Editora Global, 2001, 240p.)

Anúncios