Pular para o conteúdo
Anúncios

A Sabedoria Aparente – Aristóteles

Ora, para certa gente é mais proveitoso parecer que são sábios do que sê-lo realmente sem o parecer (pois a arte sofística é o simulacro da sabedoria sem a realidade, e o sofista é aquele que faz comércio de uma sabedoria aparente, mas irreal): para esses, pois, é evidentemente essencial desempenhar em aparência o papel de um homem sábio em lugar de sê-lo atualmente sem parecê-lo.

(Aristóteles. In: Dos Argumentos Sofísticos. Trad. Leonel Vallandro e Gerd Bornheim. Coleção Os Pensadores. Vol. 1. São Paulo: Nova Cultural, 1991, p. 156)

Aristotle, c. 1560, Paolo Veronese

Aristotle, c. 1560, Paolo Veronese (Italian Mannerist Painter, ca.1528-1588), oil on canvas, Biblioteca Nazionale Marciana, Venice, Italy

Anúncios