Skip to content
Anúncios

Responde, se é que sabes e podes tanto…

Storm at Night, 1820s, Károly Kisfaludy

Storm at Night, 1820s, Károly Kisfaludy (Hungarian Romantic painter , 1788-1830), Oil on canvas, 44,5 x 60,5 cm, Hungarian National Gallery, Budapest, Hungary. Large size here.

Onde estavas, quando lancei os fundamentos da terra?
Dize-mo, se é que sabes tanto.

Quem fechou com portas o mar,
quando irrompeu jorrando do seio materno;
quando lhe dei nuvens como vestidos
e espessas névoas como cueiros;
quando lhe impus os limites
e lhe firmei porta e ferrolho,
e disse: “Até aqui chegarás e não passarás:
aqui se quebrará a soberba de tuas vagas”?

Alguma vez deste ordem à manhã,
ou indicaste à aurora um lugar…?
Entraste pelas fontes do mar,
ou passeaste pelo fundo do abismo?
Foram-te indicadas as portas da Morte,
ou viste os porteiros do país da Sombra?
De que lado mora a luz,
e onde residem as trevas,
para que as conduzas a seu país
e lhes ensines o caminho para casa?

Podes atar os laços das Plêiades,
ou desatar as cordas de Orion?
Podes fazer sair a seu termo a Coroa,
ou guiar a Ursa com seus filhos?
Conheces as leis dos céus,
determinas o seu mapa na terra?

Consegues elevar a voz até as nuvens,
e a massa das águas te obedece?
Despachas os raios, e eles vêm
e te dizem: “Aqui estamos”?

(Citação bíblica: Jó 38.4, 8-12, 16-17, 19-20, 31-35. Tradução de  A Bíblia de Jerusalém)

Anúncios