Skip to content
Anúncios

O Levita de Efraim – Alexandre-François Caminade

The Levite of Ephraim (Le Lévite d’Ephraïm méditant de venger sa femme morte victime de la brutalité des Benjamites), 1837, Alexandre-François Caminade

The Levite of Ephraim (Le Lévite d’Ephraïm méditant de venger sa femme morte victime de la brutalité des Benjamites), 1837, Alexandre-François Caminade (French Academic Painter, 1783-1862), oil on canvas, 60 x 81 cm, Musée des Beaux-Arts de Lyon, Lyon, France. Large size here.

Eles a conheceram e abusaram dela toda a noite até de manhã, e, ao raiar a aurora, deixaram-na. Pela manhã, a mulher veio cair à porta da casa do homem com quem estava o seu marido, e ali ficou até vir o dia. De manhã, seu marido se levantou e, abrindo a porta da casa, saiu para continuar o seu caminho, quando viu que a mulher, sua concubina, jazia à entrada da casa, com as mãos na soleira da porta. “Levanta-te”, disse-lhe, “e partamos!” Não houve resposta. Então ele a colocou sobre o seu jumento e se pôs a caminho de casa. Ao chegar, apanhou um cutelo e, pegando a concubina, a retalhou, membro por membro, em doze pedaços, e os remeteu a todo o território de Israel. Deu ordem aos emissários: “Direis a todos os filhos de Israel: Desde o dia em que os filhos de Israel subiram do Egito vistes algo semelhantes? Refleti sobre isso, consultai entre vós e pronunciai a sentença.” E todos os que viam aquilo diziam: “Jamais coisa semelhante aconteceu ou foi vista desde que os filhos de Israel subiram do Egito até hoje.”

(Citação Bíblica: Juízes 19.25b-30, tradução de A Bíblia de Jerusalém)

Anúncios