Skip to content
Anúncios

“Não há bálsamo em Gileade?”

Eles curam a desgraça da filha do meu povo de um modo superficial, dizendo:
“Paz! Paz!”, quando não há paz.
Esperamos a paz: nada de bom!
o tempo da cura: eis o terror!
Sem remédio, a dor me invade,
o meu coração está doente!
Eis o grito de socorro da filha do meu povo (…):
“A colheita passou, o verão acabou,
e nós não fomos salvos!”
Por causa da ferida da filha do meu povo eu fui ferido,
fiquei triste, o pavor me dominou.
Não há bálsamo em Galaad?
Não há lá um médico?
Por que não progride a cura da filha de meu povo?
Quem fará de minha cabeça um manancial de água,
e de meus olhos fonte de lágrimas,
para que eu chore dia e noite
os mortos da filha do meu povo!

(Citação bíblica: Jeremias 8.11, 15, 18-19a, 20-22, tradução de A Bíblia de Jerusalém)

Penitent Magdalene (Mary Magdalene), c. 1594-1595, Caravaggio

Penitent Magdalene (Mary Magdalene), c. 1594-1595, Caravaggio (Italian Baroque Era Painter, ca.1571-1610), Oil on canvas, 122.5 cm × 98.5 cm (48.2 in × 38.8 in) , Doria Pamphilj Gallery, Rome

Anúncios