Skip to content
Anúncios

Parque Nacional dos Campos Gerais: Duas Cachoeiras

“Vista do interior da caverna”. Furna do Buraco do Padre, Ponta Grossa, Paraná, Brasil.

“Vista do interior da caverna”. Furna do Buraco do Padre, Ponta Grossa, Paraná, Brasil. Confira as informações autorais da fotografia aqui e a imagem em alta resolução aqui.

A Furna do Buraco do Padre é um dos mais belos atrativos naturais dos Campos Gerais, no estado do Paraná, Sul do Brasil. Está localizada dentro do Parque Nacional dos Campos Gerais, na borda leste da Bacia do Paraná, a aproximadamente vinte e quatro quilômetros a leste/sudeste da cidade de Ponta Grossa. É uma furna que ocorre no cruzamento de falhas geológicas e fraturas que cortam as rochas arenosas. Estas falhas e fraturas causaram erosão subterrânea do arenito. O acesso ao interior da furna se dá através do leito do Rio Quebra-Pedra. Dentro do Buraco do Padre ocorrem notáveis exposições de arenitos da Formação Furnas, com suas típicas estratificações cruzadas e plano-paralelas. Desde 2002 é um dos sítios geológicos brasileiros, e no ano de 2005 passou a integrar o então criado Parque Nacional dos Campos Gerais.

A Furna do Buraco do Padre era refúgio dos jesuítas, proprietários das sesmarias de terras do Pitangui que abrigavam também o antigo caminho das tropas. Seu nome foi atribuído pelos caboclos e tropeiros que por ali passavam, e está ligado à história dos religiosos jesuítas que lá meditavam. O Buraco do Padre apresenta em seu interior uma imponente cascata de trinta metros. Trata-se de uma espécie de anfiteatro subterrâneo. Para acesso à furna é necessário percorrer uma trilha de um quilômetro a pé com presença de obstáculos naturais. O acesso é fácil, mas pessoas com mobilidade limitada podem ter dificuldade em subir nas pedras.

Cachoeira do Rio São Jorge, Parque Nacional de Campos Gerais, Ponta Grossa, Paraná, Brasil.

Cachoeira do Rio São Jorge, Parque Nacional dos Campos Gerais, Ponta Grossa, Paraná, Brasil. Foto: Gilson Santos

O Cannyon e Cachoeira do Rio São Jorge, no município de Ponta Grossa, Paraná, Brasil, está localizado a quinze quilômetros do centro urbano; é uma Unidade de Conservação Municipal. Possui grande beleza, com diversas quedas d’água que deslizam pelas rochas formando-se cachoeiras.

Logo que se chega ao parque, avista-se o rio e suas primeiras quedas. Em um determinado ponto localiza-se a cachoeira principal, com cerca de trinta metros de altura. Integrando a unidade de conservação do Parque Nacional dos Campos Gerais, é conhecida também pela denominação de Cachoeira de Santa Bárbara. Para se chegar à sua base, segue-se por uma trilha sinuosa pela encosta. Pessoas com mobilidade limitada podem ter dificuldade para fazer este trajeto. A vista de baixo pareceu-me ainda melhor que a de cima. Chamam bastante atenção as rochas por onde passam as águas. O local possui também áreas de camping e paredões propícios à prática de rappel.

Fontes: 1) Wikipedia; 2) Portal da Prefeitura Municipal de Ponta Grossa; 3) Portal das Cachoeiras. Fotos dos álbuns online: Gilson Santos.

Leia também: Matizes Paranaenses

Anúncios