Skip to content
Anúncios

Judeus no Cativeiro Babilônico (Salmo 137) – Johann Heinrich Ferdinand Olivier

Jews in the Babylonian Captivity (“Psalm 137” / Die Juden in der Babylonischen Gefangenschaft / Die trauernden Juden an den Wassern Babylons), c. 1830, Johann Heinrich Ferdinand Olivier

Jews in the Babylonian Captivity (“Psalm 137” / Die Juden in der Babylonischen Gefangenschaft / Die trauernden Juden an den Wassern Babylons), c. 1830, Johann Heinrich Ferdinand Olivier (German Painter, 1785-1841), Oil on canvas, 99 x 134 cm, Das Behnhaus (Museum Behnhaus Drägerhaus), Lübeck Museum of Art and Cultural History, Lübeck, Germany. Large size here. Wikipedia here.

Às margens dos rios da Babilônia
nós nos assentávamos e chorávamos,
lembrando-nos de Sião.
Nos salgueiros que lá havia,
pendurávamos as nossas harpas,

pois aqueles que nos levaram cativos
nos pediam canções,
e os nossos opressores que fôssemos alegres, dizendo:
Entoai-nos algum dos cânticos de Sião.

Como, porém, haveríamos de entoar
o canto do SENHOR
em terra estranha?
Se eu de ti me esquecer, ó Jerusalém,
que se resseque a minha mão direita.
Apegue-se-me a língua ao paladar,
se me não lembrar de ti,
se não preferir eu Jerusalém
à minha maior alegria.

(Citação Bíblica: Salmos 137.1-6, tradução Revista e Atualizada da SBB. Estrofes adaptadas.)

Anúncios