Perguntas Frequentes (FAQs)

1) Em termos gerais, o que é “poimênica”?

R: A palavra tem origem no grego poimen, cujo significado é pastor. Em sentido amplo, poimênica tem a ver com o trabalho pastoral de um modo geral. Enquanto disciplina, tem como objeto de estudo o agir do pastor.

2) Que relação tem a poimênica com a ajuda aos que sofrem?

R: Em termos mais específicos, poimênica tem sido identificada com o refletir e o agir pastoralmente em relação ao sofrimento, em suas variadas expressões, no âmbito da experiência e da fé individual e comunitária. É identificada como a doutrina do cuidado pastoral em seu propósito de “cura de almas”.

3) A Poimênica é algo novo, enquanto disciplina?

R: Não. O termo remonta aos primórdios da Igreja Cristã, quando se tentava definir o ministério pastoral em relação à sua comunidade. O vocábulo poimen tem como matriz primária a pessoa do próprio Jesus Cristo, que se autocompreendeu como aquele que se entrega e zela por suas ovelhas e delas cuida.

4) Existe esse conceito em outros idiomas?

R: Sim. Como exemplo, os conceitos Soul Care (inglês) e Seelsorge (alemão) podem ser literalmente traduzidos como “cuidado da alma”, e remontam ao conceito latino cura animarum, que descrevia a solicitude e atribuições no exercício pastoral, seja no culto ou na catequese.

5) Qual a relação entre a poimênica e o “aconselhamento”?

R: A poimênica pode incluir várias funções em diversas maneiras e situações; particularmente aquelas do aconselhamento pastoral, o qual costuma ser visto como uma dimensão especializada do cuidado pastoral (pastoral care). O substantivo “aconselhamento” é relativamente recente.

6) Historicamente, onde encontrar exemplos de boas e saudáveis práticas poimênicas?

R: Reconhecemos um amplo legado em reflexões e praxis poimênicas ao longo da história da igreja cristã. Valorizamos o diálogo com o legado da poimênica clássica, sobretudo a reformada. Há muito a aprender com o cuidado pastoral na história do cristianismo de fé reformada.

7) Então a poimênica cristã é uma prática fixa, acabada, descontextualizada?

R: Não. Ancorado em robusta teologia bíblica e balizado por consistentes pressupostos filosóficos, o legado poimênico contribui para uma cosmovisão fundamental que propicia posturas lúcidas na reflexão, atualização, contextualização e prática do cuidado pastoral na contemporaneidade.

8) O Instituto Poimênica é um “seminário teológico”?

R: Não. Um seminário teológico oferece geralmente um curso de teologia baseado em um currículo amplo, em pelo menos quatro (ou cinco) grandes áreas: 1) Teologia Bíblica (e Teologia Exegética); 2) Teologia Sistemática; 3) Teologia Histórica; e, 4) Teologia Prática ou aplicada. O i-poimênica pode recomendar algum seminário, caso seja de seu interesse.

9) Então, o que é o i-poimênica?

R: Trata-se de um instituto que tem como foco promover e apoiar a poimênica cristã, valorizando tanto a dimensão pública quanto a pessoal (privativa) do ministério pastoral.

10) Em que campo de ensino o i-poimênica busca atuar para essa finalidade?

R: Em termos específicos, encoraja o ensino continuado e o apoio pastoral, atuando no campo de teologia prática ou aplicada, procurando especializar-se em conteúdo poimênico.

11) Para isto, em que áreas práticas o i-poimênica atua?

R: O i-poimênica propõe-se a servir principalmente nas seguintes áreas: Conteúdo e serviços disponibilizados pela internet; aconselhamento e mentoria; palestras, conferências e classes específicas; treinamento e capacitação; e, parcerias, mediações e fomento.

12) O i-poimênica serve a uma única denominação evangélica?

R: Não. O i-poimênica buscar servir às igrejas evangélicas em geral.

13) Alguém, que não seja um pastor, pode participar de cursos ou atividades do i-poimênica ?

R: Sim. As atividades do i-poimênica, salvo exceções expressamente definidas, direcionam-se a homens e mulheres que têm interesse em melhor “cuidar das almas”, inclusive em quadros de sofrimento, e que, para tanto, buscam adquirir melhor compreensão e capacitação para o seu ministério no contexto da igreja local.

14) Isto significa que, para o i-poimênica, toda pessoa na igreja tem um “ministério”?

R: Sim. A palavra “ministério”, em termos gerais, significa “serviço” (diaconia). A orientação bíblica é que existe um ministério de todos os “santos” com vistas à edificação do corpo de Cristo, que é a Igreja (Efésios 4.12).

15) E ainda assim existe um ministério específico aos “pastores”?

R: Há ministérios que se espera especialmente dos ministros da palavra. Um aspecto vital do ministério destes é equipar (“aperfeiçoar”) os “santos para o exercício de seus ministérios” (Efésios 4.11-16).

16) O i-poimênica tem cursos “reconhecido pelo MEC”?

R: Não. O i-poimênica é organização que promove ação de natureza intracorpus, e seus cursos integram a qualificação de cursos livres, de educação não-formal de duração variável.

17) Qual a legislação que ampara esses cursos referidos?

R: Os cursos livres têm como Base Legal os artigos 205 e 206 da Constituição Federal, são regulados pelo Decreto Presidencial N° 5.154, de 23 de julho de 2004, pela Lei nº. 9394/96, o Decreto nº. 5.154/04 e a Deliberação CEE 14/97 (Indicação CEE 14/97).  

18) Em termos simples, o que tal legislação define sobre um “curso livre”?

R: Os cursos livres não necessitam de prévia autorização para funcionamento nem de posterior reconhecimento do Conselho de Educação competente: credenciamento institucional, autorização e reconhecimento de curso. Por consequência, não há exigência legal de escolaridade anterior.

19) O i-poimênica pode emitir certificados para seus cursos?

R: Sim. As Instituições assim qualificadas têm direito de emitir certificado ao aluno em conformidade com a Lei nº 9394/96, Decreto nº 5.154/04, e Deliberação CEE 14/97 (Indicação CEE 14/97).

20) Os cursos do i-poimênica geram algum crédito acadêmico para fins de formação continuada?

R: Sim, cada curso gera créditos acadêmicos internos que podem ser somados aos de outros cursos do instituto. Embora os cursos livres sejam isentos de reconhecimento pelo MEC, o i-poimênica não dispensa critérios acadêmicos e didático-pedagógicos, e esforça-se por oferecer contribuição abalizada em termos de conteúdo, atualização, ética e piedade cristã.

21) Os créditos acumulados nos diversos cursos podem ser reunidos em um histórico acadêmico único?

R: Sim. A depender do número de créditos, o aluno poderá solicitar o ementário dos cursos realizados e requerer um histórico específico com titulação em aprimoramento.

22) Como doar para o i-poimênica?

R: Doações voluntárias ao i-poimênica devem ser realizadas diretamente pelo site. Para tanto, deve-se clicar no botão “Doar”, localizado na coluna direita do site, e seguir as orientações oferecidas pelo Pay-Pal.